Mapa Mental da Nacionalidade – Artigos 12 e 13 da CF/88

Mais um post por aqui no Mapeando Concursos. Dessa vez, apresentaremos o Mapa Mental da Nacionalidade (Artigos 12 e 13 da Constituição Brasileira de 1988) para você baixar. Um mapa bem esquematizado para você decorar e entender essa disciplina do Direito Constitucional, vejamos então os principais assuntos que os integra:

  • Do Nascimento;
  • Por Naturalização;
  • Por Vontade Própria;
  • Adquirida;
  • Secundária;
  • Tipos de Nacionalidade;
  • Primárias;
  • Ius Sanguinis;
  • Por Filiação;
  • Países de Emigração;
  • Ius Solis;
  • Por Local de Nascimento;
  • Nacionalidade Segundo Pontes de Miranda;
  • Conceitos;
  • Vínculo Jurídico que designa;
  • Vínculo Jurídico-Político de Direito Público Interno;
  • Território Estatal;
  • Segundo Alexandre Moraes;
  • Matéria Constitucional;
  • Nacionalidade X Naturalidade;
  • Nacional X Cidadão;
  • Sujeito Natural do Estado;
  • Conceito de Cidadão;
  • Cidadania;
  • Direito de Intervir no Processo Governamental;
  • Apatridas ou Heimatos;
  • Denominação da Situação;
  • Perda da Nacionalidade;
  • Tipo de Conflito Negativo;
  • De Critério;
  • Art. 12 I Alínea “B” e “C”.

O Mapa Mental Nacionalidade na CF está disponível no link abaixo (não foi feito por nós, nem está em nossos servidores, porém é confiável e de grande valia para seus estudos:

→ Download Mapa Mental Nacionalidade

À primeira vista, quando nos deparamos com essa disciplina, parece ser complicada e um pouco confusa, mas fique tranquilo, se você usar esse mapa mental como auxílio da leitura da Lei, vai perceber que não é tão difícil assim como pensamos.

Dedique um bom tempo de estudos até que você se sinta preparado para a prova do seu concursos (caso seja cobrada no edital). Além da Nacionalidade, procure entender também outras disciplinas ramificada no Direito Constitucional. As bancas de concursos gostam muito de cobra-las e; geralmente as questões são bastante elaboradas, muitas vezes levando o concurseiro à confusão por causa das pegadinhas.

Leave a Reply